Redução das necessidades energéticas

Sendo a cetose (subclínica) no pós-parto causada pela falta de energia (balanço energético negativo) no início da lactação, a redução da produção de leite implica, também diminuição da incidência da cetose.

Medidas para reduzir a produção de leite nos períodos de alta produção16:

  • Redução da frequência das ordenhas
  • Encurtamento do período seco ou
  • Sem secagem

A suplementação da alimentação com ácidos linoleicos conjugados (CLA) reduz selectivamente o teor em gordura do leite. Sendo a gordura do leite o ingrediente com valor energético mais elevado, a sua redução contribui para reduzir, também, o balanço energético negativo em vacas altas produtoras11.

Redução da depleção energética associada à lactação

Encurtamento do período seco (≥ 30 dias) apenas em vacas multíparas

  • Redução do risco de mastites
  • Redução da produção incial, em fases de alta produção, reduz o risco de cetose
  • Praticamente sem perdas no total do volume de produção de leite durante todo o período de lactação
  • O rúmen permanece melhor adaptado (sem dieta da fase distante do parto)
  • Melhoria da fertilidade em alguns casos

Alimentação contendo ácidos linoleícos conjugados (CLA)

  • Acidose ruminal
  • CLA protegidos da acção ruminal: teor em gordura do leite ↓

Frequência da ordenha em fases alta produção

  • Produção de leite↓

* veja também a nossa página de referências

BCS Cowdition App

Privacy Statement BCS Cowdition App

BCS Cowdition Media Library

1

Ketosis Media Library

2

Tools

3

For experts